Já há alguns anos a dieta mediterrânea vem ganhando o título de dieta mais saudável do mundo, inclusive oficialmente, pelo US News & World Report. A própria dieta foi a maior responsável por tornar a Espanha o país mais saudável do mundo.

No entanto, uma outra dieta, segundo especialistas, parece surpeendentemente ser eficaz para protegê-lo melhor contra o coronavírus, que foi declarado uma pandemia pela OMS nesta quarta-feira (11).

A dieta Dash foi concebida em 1992 pelo National Institute of Health, dos EUA, em um esforço para conter o aumento das estatísticas de hipertensão e doenças cardiovasculares nos Estados Unidos. O método de intervenção, que exigia uma grande quantidade de ingredientes frescos e não permitia alimentos altamente processados, está voltando à relevância no meio da pandemia do novo coronavírus, chamado pelo nome COVID-19.

Por que a dieta Dash pode ser útil?

Metade dos primeiros 170 pacientes que morreram de COVID-19, ainda no início do surto na China, sofria de hipertensão antes de contrair a nova doença.

“Pelo que me disseram outros médicos e pelos dados que consigo ver, entre todas as doenças subjacentes, a hipertensão é um fator perigoso”, disse Du, diretor da unidade de terapia intensiva do Hospital Peking Union Medical College, na capital chinesa de Pequim, em uma declaração à imprensa.

Como a dieta Dash foi projetada para eliminar os alimentos que causam inflamação e entopem as artérias, pode ser de grande valia para evitar os perigos da COVID-19. Vale lembrar que as doenças cardíacas continuam sendo as principais causas de morte no mundo todo, fora eventuais pandemias.

A dieta permite 2.000 calorias por dia, composta principalmente por alimentos integrais.

O que você pode comer nessa dieta?

  • Frutas (principalmente as que têm pouco açúcar): maçãs, laranjas, bananas, damascos e bagas; 
  • Legumes (literalmente todos – incluindo congelados e enlatados, supondo que eles não contenham sódio adicionado);
  • Grãos integrais: pães, arroz integral, quinoa e aveia;
  • Laticínios saudáveis: queijo, leite e iogurte sem gordura;
  • Carnes magras: frango sem pele, peixe branco, peru e a porção ocasional de carne vermelha ou porco. Veja uma lista completa de carnes magras para sua dieta;
  • Nozes, sementes e leguminosas: amêndoas, sementes de girassol, feijão;
  • Óleos vegetais saudáveis: principalmente o azeite.

O que você não deve comer nessa dieta?

  • Produtos açucarados: Doces, biscoitos, refrigerantes e sucos de frutas industrializados;
  • Laticínios e queijos ricos em gordura;
  • Grãos refinados: Pão branco, macarrão e salgadinhos;
  • Alimentos com níveis elevados de sódio: Refeições congeladas, lanches fast food e alimentos processados em geral.
  • Álcool: Em excesso, pode causar bastante estresse na pressão sanguínea e no fígado.

Além de experimentar essa dieta específica, você não deve deixar de seguir essas dicas de como se manter saudável durante o coronavírus e as orientações gerais para prevenção da nova doença:

  • Lavar as mãos com frequência, usando água e sabonete ao longo de pelo menos 20 segundos;
  • Quando não tiver acesso à água e sabonete, higienizar as mãos com um desinfetante próprio para as mãos à base de álcool;
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Não ter contato próximo com pessoas que estiverem doentes;
  • Manter pelo menos um metro de distância de alguém que esteja tossindo ou espirrando;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar com o cotovelo dobrado ou com um lenço de papel – no caso do lenço, ele deverá ser jogado fora depois da tosse ou espirro;
  • Limpar e desinfetar os objetos e superfícies tocados com frequência, como corrimões de escada, mesas, telefones e utensílios compartilhados de escritório, por exemplo. Sim, até o seu smartphone pode ser responsável pela infecção do vírus!
  • Ficar em casa se estiver sentindo-se mal e procurar o atendimento médico se apresentar febre, tosse e dificuldade para respirar;
  • Manter-se informado sobre os últimos desdobramentos acerca do coronavírus e seguir as instruções das autoridades locais de saúde.

No mais, a dieta Dash é um bom ponto de partida se você tiver histórico de doenças cardiovasculares ou hipertensão. Comece hoje mesmo!

Fonte: https://www.mundoboaforma.com.br/